Avançar para o conteúdo principal

Lugares que sempre encantam, Évora

Há vários tipos de férias, temos de admitir. 
Desta vez fui a Évora, mais para descansar do que para conhecer a cidade (até porque já conhecia) e não podia ter escolhido melhor cidade para uma escapadinha da azáfama do Carnaval.
Um sol maravilhoso de inverno e muitas nuvens, um tempo perfeito para umas fotos. Sou só eu que adoro fotografias com céu nublado?
E uma volta pela muralha? Há muitas oliveiras (e outras árvores), túneis, arcos e história que se sente ao percorrer estes caminhos… 

A Praça do Giraldo marca o centro da cidade.
É o local mais agitado em Évora (não fui ao shopping, mas vou arriscar na afirmação!) e é muito bonito. Tem esplanadas, cafés, lojas e uma fonte, todos rodeados de edifícios lindos.
Como é uma cidade que já conhecia, não fiz questão de percorrer os monumentos, nem de estar em filas… Por isso, a Sé de Évora e a Capela dos Ossos/Convento de São Francisco não fizeram parte do roteiro. Para quem não conhece são locais que vale muito a pena visitar. A Sé é maravilhosa e tem uma vista linda e a Capela dos Ossos é única, parece saída de um filme e um bocadinho assustadora.

  Por sua vez, o Museu do Relógio é muito engraçado (para quem gosta!)
Chama-se museu, mas é, basicamente, uma coleção de relógios de todo o tipo. Têm duas salas e relógios lindos! Eu gostei muito e pelo preço (2€) acho que valeu a pena, até porque nunca lá tinha entrado. 
O Miradouro é paragem obrigatória!
Uma vista maravilhosa e só tive pena da preguiça que me impediu de voltar na hora do pôr do sol… fica uma desculpa para voltar…
Fui ao Templo de Diana e tirei uma foto, afinal é reconhecido como Património Mundial pela UNESCO e é uma foto à la turista que encaixa em qualquer tipo de férias, verdade? 
Já tínhamos entrado no Jardim Público quase como a evidência da persistência.
Como um típico jardim, este tem várias entradas e, na primeira vez, entrámos por um dos lados, mas não andámos o suficiente para chegar à melhor parte! Mais tarde, por outra entrada, fomos até às Ruínas Fingidas. 
Estas ruínas foram construídas com materiais de vários monumentos e, além disso, são a casa de pavões lindos! Incluindo o pavão safado que nos foi visitar quando estávamos a almoçar no Vinarium. Um dos lugares em que mais gostei de passear!
Se quiseres pesquisar e ver ofertas para a próxima escapadinha, passa pelo Booking! É onde faço todas as minhas reservas com preços bem simpáticos, para todos os gostos e bolsos. Eu já tenho mais uma escapadinha marcada, e tu? Ficaste com vontade de passear?

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Criar capas personalizadas para os destaques do Stories

Pizza vs. Pasta no Mano a Mano

Gel frio para Pés e Pernas Cansadas com Aloé Vera, Babaria