Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

Pizza vs. Pasta no Mano a Mano

Italiana é aquela comida que deixa quase toda a gente de sorriso no rosto, verdade?
Foi assim que fiquei quando a minha Lili me convidou para ir ao Mano a Mano.
Bem pertinho do Cais do Sodré, na Rua do Alecrim, é um espaço amplo, com muita luz, decoração muito simples e gostei especialmente dos menus, muito originais.
O serviço foi simpático, nada demorado, sendo que o restaurante não estava muito cheio.
Vamos à melhor parte?
Já vos deixei com água na boca? Espero que sim porque esta entrada foi surpreendente. Adorei a geleia de pimentos, que combinada com a burrata é a co-rainha do prato. As anchovas dão aquele toque salgado que, depois de provar, não dispenso e os sticks de pão torrado foram uma forma interessante partilhar a entrada. Cinco estrelas!
Se é para ser Mano a Mano, tinhamos de fazer esta batalha.  Eu escolhi o Capelli ai funghi porcini e tartufo nero porque estava mesmo curiosa depois de tantas reviews positivas! Não desiludiu, é mesmo fantástico. O molho de Grana Padano…

Quem mexeu no meu queijo? | Leituras

Quem mexeu no meu queijo é um livro super conhecido mundialmente. É um fenómeno com edições adaptadas a jovens e crianças.
Não achei um livro extraordinário, mas o que o distingue é a forma simples como aborda temas como adaptação, mudança, esforço, recompensa... 

Muito resumidinho, são quatro personagens que passam os seus dias num labirinto à procura de queijo. 
Até aqui parece só ridículo, mas piora…. 
Dois são ratos e dois são duendes. 
Agora a parte interessante…. 

Toda a história representa uma parábola sobre a vida e a mudança, afinal de contas passamos muito tempo à procura de qualquer coisa.

A ideia é que nos identifiquemos com um dos quatro personagens – Fungadela, Correria, Gaguinho e Pigarro – ou com algumas reações deles e dessa forma tiremos umas ideias sobre como lidar melhor com a mudança.
Ao longo das páginas, estes personagens vão passando por situações que facilmente conseguimos transpor para o real e vão lidando de diferentes formas com diferentes caminhos e resultados.

É u…

Preciso beber mais água, mas não está fácil!

Quantos de nós queremos começar a beber mais água porque sabemos o bem que nos faz?
Unhas, cabelo, pele, passando pelo nosso organismo, sistema digestivo, por exemplo, e terminando no auxílio na perda de peso? São tantos benefícios que é díficil entender o porquê de ser um hábito tão díficil de manter para algumas pessoas.
Porque nunca é demais relembrar juntei aqui 4 dicas para começarmos a beber mais água. Vamos experimentar?
R O T I N A   Beber sempre um pequeno copo de água antes de qualquer refeição, um copo ao acordar e outro ao deitar equivale a 7-8 copos de água diários.
  Ao bebermos água antes das refeições ficamos mais rapidamente saciados e muitas vezes a comemos menos. Também é frequente confundirmos sede com fome por isso se antes de comermos qualquer coisa, podemos beber água em vez de petiscar aqui e ali (não é verdade?).
  É importante termos em mente que os hábitos vão-se adquirindo com o tempo mesmo que custe um pouco começar.
D A R     G R A Ç A     À     Á G U A …

Quero um EARLY Cedofeita em Lisboa ou o melhor PÃO que já comi

Adoro passear por Portugal! Claro que também quero conhecer o mundo, mas Portugal tem aquele encanto… E fui mais uma vez para o Porto.
Como o check-in era só às 15h00 decidimos ir dar uma volta e comer qualquer coisita. Eu, que já tinha um mapa e mil planos, vi que estávamos bem perto que alguns lugares onde podíamos petiscar.

Problemas:

Estava a chover e um frio daqueles! Estava tudo cheio. Até que vejo no meu mapa o Early Cedofeita, que estava marcado porque achei que tinha bom aspeto. Estava agradavelmente pouco cheio e nem pensámos duas vezes. Entrámos.
Foi uma aposta mais do que certeira porque AMEI tudo!
A decoração simples, com um ambiente muito ligado à natureza, plantas, madeira, uma ementa pequena como eu gosto (também são assim? muitas opções deixam-me confusa!) e o atendimento simpático e atencioso. Os preços? Depende do que escolherem, mas, para a qualidade, achei super em conta!
O que é que eu escolhi?
O pão do dia com ovos escalfados e tomates cherry com queijo feta. Par…

O melhor risotto de ceboura é o meu!

Adoro risotto, aquela cremosidade que só descobri depois da primeira vez que comi num restaurante italiano. Divino! *Façam aquele típico gesto italiano enquanto dizem, sim?*

Então vamos a mais uma receitinha?
Risotto até é fácil de fazer, mas tem alguma ciência e paciência. 
Começamos pelo básico: cortar, picar duas cebolas e colocá-las numa panela a refogar (eu uso uma colher ou duas de azeite, mas usem a gordura do costume). Cortar também três cenouras em cubinhos e reservar. Quando as cebolas começarem a ficar transparentes juntem as cenouras e um bocadinho de água para nada se pegar ao fundo.


O grande “truque” deste risotto é usar sumo de cenoura para o fazer, em vez de usar água.
É o que faz a diferença no sabor.
Para isso colocar a água a ferver e colocar duas cenouras a amolecer/cozer. Passados alguns minutos, retirar o excesso de água e passar as cenouras com a varinha mágica ou o processador de alimentos. Não deixar muita água de início, ir juntando aos bocadinhos para não hav…

Mini Francesinhas e os petiscos do Arco-da-Velha

Por esta altura já deu para perceber que a Cedofeita é a minha zona preferida do Porto, certo?
Durante o dia as ruas têm imenso comércio e gostinho a Porto, mas não tem a confusão exagerada da Baixa dos turistas! Ao final da tarde e noite, são as esplanadas, restaurantes, bares e bistros que enchem de vida esta rua.
É aí que fica também o Arco-da-Velha.
Começa então a história. 
Certo dia no Porto… Onde é que vamos jantar?
Tinha de ser perto porque chovia a potes. Tinha de ter petiscos porque eram 21h30 e não nos apetecia uma mega refeição. Lá fomos ao Arco-da-Velha Bistro & Wine Bar.
É um espaço pequenino, mas super acolhedor. Gostei muito da decoração e o serviço foi, mais uma vez, impecável e muito simpático. Gostei muito da atenção e disponibilidade na apresentação da carta mesmo com o espaço cheio.
Como sabem mesmo que queiram ver coisas diferentes eu sou muito original e escolhi os cogumelos recheados. Lembram-se que também comi uns em Évora deliciosos? Estes tinham queijo br…

Sala de pera e queijo Roquefort | Receitas

Como já tinha contado AQUI fiquei apaixonada pelo restaurante Vinarium, em Évora, especialmente pela salada, de tal forma que decidi que tinha de comer aquela salada mais vezes…
Como não posso rumar a Évora sempre que me apetece decidi que ia recriar a receita e casa. Ficou espetacular!
Mudei algumas coisas, mas a essência ficou.



Ver esta publicação no Instagram
Uma publicação partilhada por MARTA, Portugal, Cascais (@elaemarta) a 23 de Abr, 2019 às 9:21 PDT
E vocês perguntam: o que me fez delirar com esta salada em especial?
O equilíbrio dos sabores. Falo muitas vezes no equilíbrio, mas porque realmente é do que mais me atrai numa refeição. Salgado, doce, ácido, amargo, crocante, húmido, molho, seco… Equilíbrio é o que me faz querer repetir.
Como qualquer salada, esta tinha uma base “verde” – alface iceberg, eu não tinha, por isso, foi mesmo a rúcula que tenho sempre em casa porque é o meu “verde” favorito. Tomate cherry, pera, nozes e queijo roquefort conferem textura, sabor salgad…